Adicione aos Favoritos
Clique para Pesquisar
    
 
"Toda a Verdade passa por três fases.
Primeiro, é ridicularizada.
Segundo, é violentamente atacada.
Terceiro, é aceite como evidente"
Schopenhauer

VISITAS
1615966
Desde 13/06/06

Plano Global para o Despovoamento - 11 sintomas para um “homicídio lento”
PDF Imprimir e-mail

Por Ethan A. HuffImage

Quem olhar à sua volta verá que, actualmente, a Humanidade está a enfrentar uma crise de saúde como jamais existiu. Quem quiser descobrir a verdade pode ver que as doenças, que cada vez mais atormentam as pessoas, são infligidas intencionalmente, ou seja, através da tentativa secreta de reduzir a população mundial para criar, para as elites, um paraíso na Terra no qual poucos de nós terão lugar.

Os onze sintomas seguintes apontam para um plano tenebroso de “homicídio lento” forjado para reduzir a Humanidade sem grande alarido:

1 – Problemas de intestinos e digestivos. O aparelho digestivo actua como centro de comando do sistema imunitário das pessoas. Representa cerca 80% da função imunitária. Este sistema é cada vez mais atacado através de organismos geneticamente modificados (OGM), pesticidas, antibióticos, açúcares e produtos químicos nos alimentos.

2 – Fadiga e falta de energia crónica. Quantas pessoas conhece que precisam de café ou outros estimulantes para funcionarem normalmente? Uma carga crónica de venenos no meio ambiente e de stress constante, além de sensibilidade a irradiações electromagnéticas, ataques psicológicos e demais factores do ambiente levam a uma redução da vitalidade. O nosso governo poderia fazer qualquer coisa contra isso, mas não actua de propósito.

3 – Obesidade, diabetes e outras doenças provenientes de uma alimentação deficiente. A nossa alimentação actual nada tem a ver com uma alimentação saudável, mas a maioria das pessoas ignora que ingere veneno todos os dias. Alimentos terapêuticos e ervas medicinais, leite cru e Cannabis (Marijuana) são produtos interditos. Tudo isto são factores na obesidade, na diabetes e nos distúrbios do metabolismo.

4 – Confusão mental e distúrbios do raciocínio. Para muitas pessoas é cada vez mais difícil raciocinar claramente. Porquê? Um dos motivos é a presença excessiva do fungo de candidíase nos intestinos, uma consequência directa da ingerência de açúcares transformados, de farinhas “enriquecidas” que contêm venenos como o ácido fólico, e demais “alimentos” nocivos.

5 – Infecção crónica. A maioria dos produtos, que hoje em dia são apresentados como alimentos, provoca infecções, ou seja, uma reacção imunológica como se de uma substância invasora se tratasse. Estes ataques constantes ao sistema digestivo podem provocar uma série de doenças graves. Algo também conhecido e ignorado pelo governo.

6 – Alergias. No passado, nunca as pessoas sofreram de tantas doenças relacionadas com alergias, como actualmente. Os químicos no meio ambiente, um sistema imunológico enfraquecido por vacinas, engenharia genética, outros factores e demais influências resultam em mais alergias.

7 – Autismo. Actualmente é um tema quente, uma vez que o autismo aumentou 30% desde a década de 1970. Ao contrário do que é afirmado pelos media, as vacinas, os OGM, os químicos domésticos e outros “progressos” tecnológicos não foram excluídos como causas para tal.

8 – Cancro. Segundo as previsões, dentro em breve, um em cada três adultos vai ter cancro. Muitos tratamentos alternativos e naturais provaram ser benéficos, contudo, a medicina continua a apostar teimosamente na cirurgia, nas radiações e na quimioterapia que, segundo está provado, são menos eficazes do que se afirma.

9 – Doença de Morgellon. Nesta doença, que a medicina organizada contesta veementemente, aparecem, sem aparente motivo, objectos minúsculos em forma de fios na pele do doente. Muitos associam a Morgellon com chemtrails e programas de engenharia genética, algo que também é contestado pelas autoridades.

10 – Fluorose dental. Isto é algo que desperta a atenção da maioria, principalmente por o governo ter decidido baixar os níveis do fluor na água potável. Mas isso vem com um atraso de 50 anos, e a maioria das instalações de tratamento de água continuam a deixar passar medicamentos com fluor para a água, sem consentimento ou controlo de dosagem. Assim, milhões de pessoas são expostas a este veneno que lesiona o cérebro.

11 – Desequilíbrios químicos. Sintomas de depressão, debilidade de concentração e de aprendizagem existem hoje em todo o lado. E muitos estimuladores de libertação, tal como corantes artificiais, ausência de substâncias nutritivas nos alimentos e o consumo de junkfood continuam a ser ignorados pelas autoridades. Por isso, cada vez mais pessoas recorrem aos serviços de saúde que geram milhões de dólares por ano para a indústria médica.

Fontes:

wakingtimes.com

lewrockwell.com

bodyecology.com

cdc.gov

geoengineeringwatch.org

fluoridealert.org


Lido: 1623

  Seja o primeiro a comentar este artigo

Escreva um comentário
  • Por favor, faça um comentário relacionado apenas com o artigo.
  • Os comentários serão validados pelo administrador antes de aparecerem no site.
  • Evite erros ortográficos e/ou gramaticais.
  • Ataques verbais e/ou pessoais não serão publicados.
  • Não utilize os comentários para fazer qualquer publicidade.
  • Se preferir, não necessita de indicar o seu e-mail.
  • Caso tenha indicado um código de validação errado, faça *Refresh* para obter um novo.
Nome:
E-mail:
Página Pessoal:
Título:
Comentário:

Código:* Code
Pretendo ser contactado por e-mail caso haja futuros comentários

Powered by AkoComment Tweaked Special Edition v.1.4.6
AkoComment © Copyright 2004 by Arthur Konze - www.mamboportal.com
All right reserved