Adicione aos Favoritos
Clique para Pesquisar
    
 
"Toda a Verdade passa por três fases.
Primeiro, é ridicularizada.
Segundo, é violentamente atacada.
Terceiro, é aceite como evidente"
Schopenhauer

VISITAS
1615955
Desde 13/06/06

Eles precisam imenso de dinheiro, e tudo farão para o obter
PDF Imprimir e-mail

Por Eva Herman Image

O sol ainda brilha, os pássaros ainda estão a cantar, ainda podemos olhar as estrelas sem chorar. Porque ainda temos aquilo que se chama paz. Mas dentro em breve terá acabado. Vai haver guerra. Nada, mas mesmo nada parece conseguir impedir que a administração falida dos EUA irrite a Rússia até ela rebentar. Os cofres estão vazios, quem vai enchê-los? Todas as guerras valem a pena, é que armas dão dinheiro! Quanto mais barbaramente se combate, melhor. Cada guerra terminada cedo de mais é cara, demasiado cara. É por isso que, normalmente, essas guerras “necessárias” duram sempre mais tempo. São lucrativas, muito lucrativas. Eles precisam mesmo de dinheiro, e farão tudo para o obter...

O sol ainda brilha, os pássaros ainda cantam, ainda podemos olhar as estrelas sem chorar. Os americanos – não o povo, mas os promotores de guerra dos grandes bancos – não têm problemas. Se tudo rebentar, eles estão do outro lado do oceano. A Europa está no meio. Os nossos vales verdejantes e campos ondulantes transformar-se-ão em sangrentos campos de batalha. Ainda assobiamos as canções do Tio Sam, apesar de estarem longe de nós. Nós endemoninhamos os russos que estão muito mais perto de nós, em obediência antecipada. Porque será? É perigoso, perigo de incêndio!

O sol ainda brilha, os pássaros ainda cantam. Parem. Olhem para cima. Ainda podemos contemplar as estrelas sem chorar. Mas não se pode comprar a verdade. E jamais será possível aniquilá-la. Analisem os vossos pensamentos. Olhem nos olhos dos vossos governantes. O que vêem? No que é que acreditam? O que sentem?

O sol ainda brilha, os pássaros ainda cantam, ainda podemos contemplar as estrelas sem chorar. Ainda temos aquilo a que chamam paz. Mas não será por muito mais tempo. Sabem o que significará a guerra para vós? Para os vossos pais? Para os homens, para as mulheres? Para os vossos filhos? Olhem para a Síria! Olhem para o Iraque! Pensem na Líbia destruída! Na Jugoslávia! E agora, na Ucrânia. Orai pelos milhares de almas que, nos últimos anos, tiveram de partir com medo, terror e horror, deste mundo sangrento, perante os milhares de bombas, drones e tubos de canhão da NATO. Pensem nos milhares de feridos, pessoas separadas, destruídas para sempre. Perguntem aos vossos avós se ainda se lembram da terrível canção de guerra!

O sol ainda brilha, os pássaros ainda cantam, ainda podemos contemplar as estrelas sem chorar. Porque ainda temos o que chamam paz. Abram os olhos! Já é tempo! Quem tiver ouvidos que ouça... O rufar dos tambores de guerra está cada vez mais alto, já soa bem perto. Está a aproximar-se, aproxima-se de vós! Mandem parar os promotores da guerra! Informem-se correctamente! Defendam-se! Não se conformem! Escutem os vossos corações!

O sol ainda brilha, os vossos filhos ainda cantam, homens e mulheres ainda se riem nas ruas. Com um estrondo pode e vai tudo alterar-se. De um dia para outro. É sempre assim.

Ainda temos o que chamam paz. Têm de fazer tudo para a proteger. Antes que seja tarde de mais. Mexam-se!

Eles precisam de dinheiro, e tudo farão... O sol ainda brilha, os pássaros ainda cantam, ainda podemos contemplar as estrelas sem chorar...

Image

(Nota da redacção do “GRIFO”: A autora deste artigo foi durante muitos anos figura de destaque nos ecrãs da televisão alemã. Tanto como entrevistadora como apresentadora ganhou os corações do público com a sua forma franca de ser e o nível das suas análises. Escreveu um livro em defesa dos valores da família e da importância da ligação mãe – filho. O seu livro foi um sucesso, mas caiu mal no ponto de vista dos seus superiores por não estar “politicamente correcto”. Foi despedida de forma infame e atacada de maneira vergonhosa, porém nunca se vergou e merece o respeito de todos os que ainda defendem a verdade!)


Lido: 2149

  Seja o primeiro a comentar este artigo

Escreva um comentário
  • Por favor, faça um comentário relacionado apenas com o artigo.
  • Os comentários serão validados pelo administrador antes de aparecerem no site.
  • Evite erros ortográficos e/ou gramaticais.
  • Ataques verbais e/ou pessoais não serão publicados.
  • Não utilize os comentários para fazer qualquer publicidade.
  • Se preferir, não necessita de indicar o seu e-mail.
  • Caso tenha indicado um código de validação errado, faça *Refresh* para obter um novo.
Nome:
E-mail:
Página Pessoal:
Título:
Comentário:

Código:* Code
Pretendo ser contactado por e-mail caso haja futuros comentários

Powered by AkoComment Tweaked Special Edition v.1.4.6
AkoComment © Copyright 2004 by Arthur Konze - www.mamboportal.com
All right reserved